2010 CORTEJO ETNOGRÁFICO E DO TRABALHO

 
 
O Cortejo Etnográfico do ano de 2010, baseou-se nas grandes Herdades, nos anos 30/40.

A representação da Freguesia da Fajarda, esteve a cargo do Rancho Folclórico da Fajarda.

Representá-mos  o movimento da Herdade das Gamas em tempos distantes.

No carro da frente uma fachada da parte mais antiga do Monte da Herdade, onde se podia ver a capoeira e os patos, com o respectivo lago, debaixo de uma árvore as crianças brincavam à sombra. sobre o olhar atento da criada da casa que também dava de comer aos patos, com o seu traje da própria casa, pois todas as pessoas que trabalhavam na casa tinham traje próprio.
A cozinha do monte da herdade mostrava toda a azáfama que vai no interior da casa, pois é a divisão mais solicitada.
Seguia-se o carro de canudo puxado por uma parelha de bestas com os noivos e os padrinhos. Os noivos acabaram de casar em Coruche, pois na Fajarda ainda não havia igreja, muitas vezes a herdade cedia este carro para trazer de volta à Fajarda os noivos já casados, acompanhados dos padrinhos .

Os convidados seguiam logo atrás numa carroça e os menos afortunados iam a pé.
Como a Herdade tinha grande movimento Agrícola representá-mos também esta parte.
Com uma junta de bois a lavrar a terra, semear o cereal com uma mula a pé também fez parte da nossa representação.
A enfardadeira muito antiga e o movimento do corte de arame executado fielmente pelo Pedro pois era trabalho de moços e por último um carro de bois carregando fardos de palha.

Esta foi a nossa representação possível não foi a que nós imaginámos mas derivado ás condicionantes de arranjar material antigo em estado aceitavel para representação, foi sobretudo uma representação muito digna.

A todos os que nos cederam material, o nosso bem hajam.


 

 
IDIOMA: PT | EN
Junta de Freguesia da Fajarda Câmara Municipal de Coruche Visite-nos no Facebook
design & concept cdias'10